PDA TABLET ANDROID COM IMPRESSORA TÉRMICA

 A empresa Ocom criou o PDA OCBS-D016 (Portable NFC All in One POS-D016) com sistema Android v2.2 e com impressora térmica integrada com 203 dpi.

Gadget para multifunções: logística de pedidos, mensageiro, inventário, armazenagem, rastreamento de ativos, gerenciamento de documentos, ponto de venda móvel, bilheteria móvel, gerenciamento de estacionamento, verificação de cheques, loteria, etc.




Processador: 1.3GHz Quad Core 
Memória: 1GB SDRAM e memória flash de 4GB NAND expansível até 32G 
Tela: sensível ao toque 5 polegadas IPS com resolução de 1280 x 720 dpi e com sensor FPC1011F1, processador: FPC2020Q1 (64 pin QFN 9 * 9 mm)
Bateria: 3.7V recarregável, bateria de 4000mAh
Conexões: Leitor de digital scanner finger Print, RFID NFC 13.56 Mhz (ISO14443A; ISO15693) básico e UHF 920-925Mhz, 3G 2100MHz WCDMA CDMA2000, Wi-Fi 802.11b/g/n, Micro USB, Bluetooth 2.0, AGPS
Câmera: 8 Megapixels com auto-foco
Scanner, Finger Print e UHF para opcional
Chaves operacionais 2 botão de digitalização, um botão de ligar / desligar
Dimensões: 145 (W) * 78 (D) * 16 (H) mm, 544.5g (incluindo bateria) 463g (sem bateria)
Impressora: térmica de 2 polegadas de 203 dpi, 15mm/seg, 58mm de largura com 30mm diâmetro.
Scaner: leitor laser de código de barras 1D ou leitor de imagem 2D, motor Honeywell

Resultado de imagem para "OCBS-D016"

IMPRESSORA PORTÁTIL HP MENOR QUE SMARTPHONE

A HP lançou em 2016 uma impressora portátil HP Sprocket, que funciona parecido a camera Polaroid, a exemplo da recente Fujifilm Instax, que tem feito sucesso no mercado. Chamada de Sprocket, a impressora da HP possui medidas parecidas com uma carteira de dinheiro 11,5cmx5cmx2cm.

hpsprocket02_625.jpg

Como esperado, o novo acessório da HP se conecta com aparelhos iOS ou Android via bluetooth ou NFC, contando ainda com um aplicativo específico para imprimir diferentes imagens a partir da plataforma móvel. Para permitir fotos impressas a qualquer hora, a Sprocket usa o sistema ZINK (Zero Ink) em vez dos tradicionais cartuchos de impressoras. 

Como esperado, se conecta com aparelhos iOS ou Android via Bluetooth ou NFC, contando ainda com um aplicativo específico para imprimir diferentes imagens a partir das plataformas móveis. Para imprimir mais, a Sprocket usa o sistema de ZINK (Zero Ink) em vez dos tradicionais cartuchos de impressoras. A HP Sprocket é vendida 130 dólares nos EUA e aproximadamente 1.200 reais.

MESINHA CAIXA DE SOM BLUETOOTH

 Mellow é outra caixa de som diferente de tudo o que você já viu. Seguindo a tendência da Internet das Coisas, ela é integrada à decoração da casa, pois serve também como uma pequena mesa. Além disso, o acessório também pode ser usado como powerbank, que recarrega seus dispositivos eletrônicos.

 A caixa de som possui conectividade Bluetooth, ou seja, basta parear a Mellow com seu smartphone ou notebook para que ela reproduza o áudio executado nos aparelhos, em uma distância máxima de até 10 metros



 Ela é equipada com quatro alto-falantes, que são responsáveis por transmitir o áudio. Com visual bonito, possui três pernas e tampa feitas em madeira. A parte em que fica as caixas de som, as baterias e as demais peças eletrônicas são cobertas por um tecido. 

 Seus botões de comando — liga/desliga, volume +/- e play/pause — ficam “escondidos” debaixo do tecido. Em falar em tecido, seu design foi criado especialmente para combinar com os móveis da casa — por isso, ela tem esse formato e estilo. Sua superfície plana em madeira permite que ela seja usada também como uma mesa de centro, para pôr sobre ela o dispositivo que estiver tocando ou objetos leves.

 Além disso tudo, ela possui para si uma bateria com potência de 6.600mAh e também outra bateria de 13.000mAh para ser utilizada como powerbank. Basta conectar seu dispositivo em uma das duas portas USB tipo A.

 A empresa Team Creatio iniciou uma campanha no site de financiamento coletivo Kickstarter para conseguir fundos para fabricar a Mellow. Para garantir um exemplar, basta contribuir com US$ 299 (cerca de R$ 950). A estimativa de entrega em casa é agosto de 2017.

O CHUVEIRO COM SOM BLUETOOTH

 Para os amantes do karaokê durante o banho

 Este passatempo de cantar no banheiro foi levado a sério; a empresa Kohler lançou o Moxie Showerhead 2.5, um chuveiro com caixa de som integrado, à prova dágua e com conexão bluetooth, que o usuário reproduza áudio diretamente na ducha.


 De acordo com o fabricante, o Moxie consegue ser pareado com qualquer aparelho com conexão sem fio que esteja a até 10 metros de distância; basta sincronizá-lo com um reprodutor de músicas e conectar a caixinha ao centro do chuveiro.


 Pode ser encontrado no site do fabricante por U$199 dólares ou no site DX por R$167 .

BIKE SUSTENTÁVEL DE BAMBÚ URBAN ONE

 A paixão do surfista, skatista, designer e empresário Tom Williams e da marca Guapa Co. pela descoberta de novas civilizações, comportamentos e uma vontade de contribuir para um mundo mais amigo do ambiente.


 Pegando técnicas aprendidas no surf na fabricação de shape de pranchas (craftmenship), Tom pegou o bambú e aplicou na bicicleta, criando a bike Urban One com quadro em bamboo (caps Guapa Co), que já foi nomeada por algumas revistas de design internacional como um dos modelos mais trendy do momento.


 Usando as técnicas de shape das pranchas de surf, ele une os seguintes materiais recicláveis: algodão, lã, três tipos de pala (resina, bamboo laminado de nogueira). 

 Esta coleção está dividida em dois segmentos, a Wooden Peaked e a Surf Series, ambas há prova dágua. A marca ainda não é 100% sustentável, mas o fundador promete que está a trabalhar nesse aspecto.

A VARIAÇÃO FREELINE OU DRIFT SKATE

 Freeline Skate ou Drift Skate é uma das variações mais malucas do skate. Criado em 2013 por americano Ryan Farrelly. O primeiro protótipo era um shape com 4 rodas alinhadas (semelhante ao patins inline).

 Obviamente a ideia inicial deu errado, e Ryan após testes e quedas enfim pensou em dividir o shape em duas partes, com duas rodas em cada, tornando o Freeline um híbrido Patins Inline e Skate.


Que bruxaria é essa?!

CAPACETES FASHIONISTAS

Muita gente (especialmente quem curte a onda CycleChic) deixa de usar capacete na pedalada porque não gosta do visual do acessório, geralmente um grande ‘cogumelo preto’ na cabeça. Mas quem conhece os produtos da RockiNoggins sabe que a questão do visual já não é problema.

A ideia dos capacetes RockiNoggins é ser um acessório de segurança com um lado fashion, podendo ser usado com vários tipos de roupas sem afetar a composição do visual. O capacete vem com uma espécie de capa que simula um chapéu ou uma boina bem estilosa, nas versões masculina e feminina.

Veja alguns exemplos abaixo:


 O BodyFloat tem como objetivo tornar a pedalada mais confortável, garantindo mais conforto na pedalada com um canote com um amortecedor integrado.
 O conceito não é novo, mas o fabricante Ciclos Cirrus, garante que o produtor é inovador em relação aos anteriores pois o sistema permite que o biker ajuste o amortecedor de acordo com o terreno para poder “flutuar” na bike.

 Proposta do é fazer com que ciclista possa “flutuar” na bicicleta. Duas versões do produto estão em produção. O BodyFloat 2.0 e o 3.0. A empresa prevê começar as vendas no final do ano.

CHINESES CRIAM BIKE QUE AJUDA A LAVAR ROUPA

 Tem gente que acha chato os exercícios de corrida na esteira ou pedalas na bicicleta ergométrica ou inúteis. Mas um grupo de universitários chineses querem mudar essa visão.

 Alunos do curso de design da Dalian Nationalities University criaram um conceito unindo uma atividade popular, andar de bicicleta, a uma necessidade diária, lavar roupas; A BWM (Bike Washing Machine).

bike-washing-machine1

 O movimento dos pedais faz o tambor da máquina rodar, funcionando semelhante a uma lavadora comum, usando água e sabão. Mas caso o usuário gere mais energia que o necessário para o funcionamento, ela pode ser armazenada para ser usada depois. 

 Não há informações sobre a venda da BWM, mas certamente seria bom usar a energia dos exercícios, em vez de simplesmente gastar calorias.

bike-washing-machine2

MÓVEIS DOMÉSTICOS QUE INTERAGEM COM A BIKE

 Embora as bikes não precisem de vagas na garagem, os donos podem ter alguns problemas para guardar-las. Para compensar a falta de espaço que confina as magrelas a quartinhos nos fundos e pátios molhados, a empresa de design chilena Chol1 criou uma linha de móveis que combina beleza e praticidade, integrando as bicicletas aos ambientes domésticos.

 São estantes, prateleiras e até um sofá feitos em madeira, com cavidades especiais para encaixar as rodas, mantendo as bikes seguras e dando um toque diferente na decoração.


 A empresa oferece móveis adaptados para acomodar três tamanhos de rodas, nas cores branco, natural e canela. Os chilenos enviam seus produtos para países de todo o mundo.

chol1-muebles-para-bicicletas-catalogodiseno.com-5